Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


sábado, 20 de maio de 2017

Perdeu a utilidade,...

Amigos e amigas.
Durante a campanha, Trump era "fã do WikiLeaks desde criancinha". As dezenas de denúncias contra Hillary através dele foram um tiro certeiro contra o brutal investimento financeiro e midiático dado a ela.
Mas, eis que, uma vez entronizado, o (sionista?) Trump mudou de idéia e passou a ver a mais polêmica plataforma virtual do mundo como um problema. Tanto que a prisão de Julian Assange virou uma "uma "prioridade" para os EUA". Na verdade, afirma-se que Assange é um problema para "outros" de sua administração.
Vejam abaixo uma carta assinada por Noam Chomsky e Edward Snowden pedindo tal perseguição injusta tenha fim imediato, pela honra da Constituição dos EUA, que garante a total liberdade de expressão. Pelo menos, deveria ser assim para honrar a instituição "Democracia".
FAB29

Snowden e Chomsky


Carta Aberta ao Presidente Trump:


Caro Presidente Trump,



Somos jornalistas, ativistas e cidadãos dos Estados Unidos e do mundo que se preocupam com a liberdade de imprensa e estamos escrevendo para você em resposta à última ameaça de acusação contra o WikiLeaks por seu trabalho jornalístico. Pedimos que você encerre imediatamente a investigação do Grande Juri sobre o WikiLeaks, e descarte qualquer acusação contra Julian Assange e outros funcionários do Wikileaks que o Departamento de Justiça esteja planejando.



Esta ameaça ao WikiLeaks agrava uma guerra de longa duração de atrito contra a grande virtude dos Estados Unidos - a liberdade de expressão. A administração Obama processou mais whistleblowers do que todos os presidentes combinados e abriu uma investigação ao Grande Júri sobre o WikiLeaks sem precedente. Agora parece que os EUA estão se preparando para dar o próximo passo - processar editores que fornecem a "moeda" da liberdade de expressão, parafraseando Thomas Jefferson. É relatado que as acusações, incluindo conspiração, roubo de propriedade do governo e violação da Lei de Espionagem estão sendo considerados contra membros do WikiLeaks, e que julgar o Editor do WikiLeaks, Julian Assange, é agora uma prioridade do Departamento de Justiça.



Comprometer o trabalho do WikiLeaks - o qual é a publicação de informações protegidas pela Primeira Emenda - é uma ameaça para todo o jornalismo livre. Se o DOJ for capaz de condenar um editor por seu trabalho jornalístico, todo o jornalismo livre pode ser criminalizado.



Pedimos a você como Presidente dos Estados Unidos para fechar a investigação do Grande Júri sobre o WikiLeaks e descartar quaisquer acusações planejadas contra qualquer membro do WikiLeaks. Ele foi uma imprensa livre e robusta que forneceu-lhe uma plataforma para a candidatura à presidência. Defender uma imprensa verdadeiramente livre exige liberdade do medo e favor e do apoio de jornalistas e cidadãos em todos os lugares; o tipo de ameaça agora enfrentando pelo WikiLeaks - e todos os editores e jornalistas - é um passo para a escuridão.