Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


quarta-feira, 22 de março de 2017

O povinho nem sentirá.

Amigos e amigas.
De enganação em enganação, o povinho hospedeiro vai se apascentando, sempre aceitando o que sua mestra Grande Mídia propala aos quatro ventos sem pejo e indiscriminadamente. Quando o 'fake' é lançado, dá na primeira página e é repetido por todas as congêneres e subsidiárias. Quando a verdade se mostra, mal é citada.

Por exemplo, o caso das "carnes de papelão", que já começa a ser visto como um "mal entendido": a Polícia Federal teria confundido o áudio de um diretor da Friboi ou similar, que falava sobre as caixas onde se embalavam as carnes. Até explicar que focinho de porco não é tomada, bilhões irão para o ralo.

Segue abaixo uma análise sobre a já famigerada "Lista do Janot". Bem interessante. Retirado daqui.
FAB29

Resultado de imagem para janot
Janot e Moro se completam?
Aos que acreditam que a "lista do Janot" será uma moralização política, não percam esta pequena análise:
1. as listas parciais divulgadas em 14 e 15/03/2017 implodiriam qualquer governo (quanto mais o apodrecido e ilegítimo governo Temer). Implodiriam, mas não implodirão, porque estamos num regime de exceção;

Resultado de imagem para lista janot seis ministros
A 'tchurma" reunida
2. foram denunciados nada menos que seis ministros [Padilha, Moreira Franco, Aloysio Nunes, Bruno Araújo, Kassab e Marcos Pereira ] + os dois sucessores naturais do presidente em caso de afastamento do usurpador [Rodrigo Maia e Eunício Oliveira] + o idealizador da “solução Michel” para estancar a Lava Jato, atual presidente do PMDB [Romero Jucá] + o presidente do PSDB [Aécio “tarja-preta”] + quatro senadores da base do governo + cinco governadores + três deputados que apóiam Temer + três senadores da oposição + dois deputados de oposição;

3. uma pessoa iludida poderia concluir: “É uma decisão corajosa e imparcial do Janot”; afinal, ele investiga personagens poderosos e, ALELUIA, inclusive o PSDB. Ilusão: esta é, exatamente, a manobra diversionista do Janot;
4. os denunciados do governo golpista, todos eles, inclusive os sempre protegidos tucanos, têm FORO PRIVILEGIADO, e por isso serão investigados pelo (tíbio) STF, e não nas instâncias inferiores do judiciário [com minúsculo]. É verdade que Janot denunciou também golpistas sem foro privilegiado. Esses, porém, são as “genis” Eduardo Cunha e Sérgio Cabral, já presos; e Geddel Vieira Lima, que já está no corredor do cárcere;

Resultado de imagem para stf ministros
"Harry Potter e os Zumbis Togados"
5. o supremo [com minúsculo], demonstram estudos da FGV, é a instância mais lenta, mais politizada [eventualmente mais partidarizada, para não dizer TUCANA] e mais inoperante do judiciário. A primeira lista do Janot, por exemplo, entrou no sumidouro do STF há dois anos [em março/2015], e lá dormita até hoje, sem nenhuma conseqüência na vida dos políticos denunciados por corrupção;
6. a composição ideológica do STF é aquela mesma que, agindo como o Pôncio Pilatos da democracia brasileira, lavou as mãos no processo do impeachment fraudulento, e assim converteu o supremo em instância garantidora do golpe de Estado que estuprou a Constituição para derrubar uma Presidente eleita com 54.501.118 votos;
7. é fácil deduzir, portanto, qual será a tendência do STF na condução dos processos dos golpistas. Se esses julgamentos iniciarem antes de 2021, será um fato inédito.